Como um sistema de permissões ajuda você a reduzir custos

Gerenciar as permissões de acesso dentro de uma empresa não é tarefa fácil, muito menos de custo baixo. Estimasse que, em média, uma empresa com cerca de mil funcionários gaste 180 mil dólares por ano para definir quem tem acesso a determinadas informações. Porém, com o DataPrivilege da Varonis, é possível economizar por volta de US$ 100 mil e ainda reduzir os riscos de vazamento de dados.

Um dos principais requerimentos para um plano de segurança de dados eficaz é ter um modelo claro de privilégio mínimo a acesso a informações. E o que isso quer dizer? Apenas deve ter acesso a determinado dado aquele que realmente precisa daquela informação para realizar seu trabalho. Do contrário, qualquer funcionário pode acessar qualquer dado da empresa, o que permite que aqueles possivelmente mal intencionados tenham livre acesso às informações.

E isso não deve ser uma preocupação apenas com ameaças internas, pois, se um hacker obtém as credenciais de acesso de um funcionário com total privilégio para acessar toda a rede de dados, ele poderá facilmente chegar aos dados sensíveis e causar vários danos à sua empresa.

Gerenciando permissões com orçamento cabível

A Varonis oferece uma ferramenta completa que permite gerenciar todo o processo de permissões. O DataPrivilege dá permissão geral apenas àqueles que realmente têm o discernimento e devem ter acesso a todos os dados e são essas pessoas capazes de definir sabiamente os níveis de permissão. Isso faz com que o processo de adição e remoção de permissões seja tão simples quanto enviar um e-mail.

O DataPrivilege automatiza as avaliações de direitos de acesso e cria relatórios completos para auditoria e para manter a conformidade. A Varonis fornece APIs que se integram aos sistemas   de IAM ou ITSM. E o DataPrivilege também pode ser integrado a qualquer outra plataforma da Varonis.

Em relação aos custos, o DataPrivilege também sai na frente. Além de não exigir que dezenas de funcionários fiquem monitorando os acessos de dados, a plataforma permite as empresas economizarem uma média de 105 mil dólares por ano. Com isso, seu Service Desk pode se dedicar a outras tarefas e sua empresa ainda estará mais segura contra usuários mal intencionados.

Tenha como exemplo uma empresa com cerca de 10 mil usuários, que processa, em média, 7 mil atualizações por mês. O custo que essa organização teria com Service Desk seria em torno de 1,26 milhão de dólares por ano e mais de duas horas por mês de tempo dedicado dos profissionais. Com o DataPrivilege, seria economizado cerca de US$ 960 mil e as horas humanas dedicadas seriam reduzidas significativamente.

Escrito por Emilia Bertolli

Para ler conteúdo original: blog.varonis.com

Tech Scape

Todos os direitos reservados © Copyright 2017
Av. Rio Branco n1 - 12 andar, Rio de Janeiro - RJ
E-mail: contato@techscape.com.br Tel: 21 2588-8070

Seven Soluções

Tech Scape